Indicadores Proativos de de SMS – Ciclo do PDCA

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

indicadores

Olá leitor, o DescomplicaSMS esta dando continuidade ao ultimo texto, Usando indicadores de segurança para melhorar a gestão de SMS, e como prometido, traz informações de como implementar estes indicadores proativos utilizando o ciclo do PDCA.

Este texto tem como objetivo ser bastante prático, de forma a criar fundamentos para você implantar este sistema em sua empresa (onde você trabalha, presta serviços ou mesmo o seu próprio empreendimento), e melhorar seus resultados de SMS – Segurança, Meio Ambiente e Saúde.

Passos para utilizar os indicadores proativos

Inicialmente, como em qualquer processo em que se busca eficácia, é necessário realizar o Planejamento de que forma a atividade será realizada. Em nosso cenário, durante o Planejamento é quando um indicador proativo será escolhido e a meta será determinada.

PLANEJAR

  • Escolha um Indicador Proativo:
  • Defina uma meta

 Após realizar o planejamento, ou seja, após escolher o indicador proativo e a meta que deve ser alcançada, é necessário fazer o processo acontecer. Durante o Fazer, é quando tal indicador é comunicado à força de trabalho, o objetivo deste, as metas e como o desenvolvimento será mensurado. É de suma importância explicar o porquê este indicador foi escolhido, pois é necessário gerar engajamento da equipe para que este processo funcione, caso contrario, será somente um numero escrito em um papel.

FAZER

  • Converse com a força de trabalho sobre o indicador, porque foi escolhido, o objetivo e as metas, e deixe claro o porquê da escolha deste, e qual o impacto positivo que solucionar a questão em estudo pode ser vantajoso.
  • Comece a utilizar os indicadores proativos; coletando os dados, periodicamente medindo o progresso do indicador em direção à meta estabelecida,
  • Adote ações caso o indicador não esteja caminhando conforme esperado;
  • Comunique o progresso com os funcionários, isto pode ser feito através de reuniões de segurança, gráficos fixados em murais de comunicação ou mesmo e-mails corporativos.

Para garantir que o propósito do indicador proativo vem sendo atingido, é necessário periodicamente avaliar a meta e o próprio indicador. Esta é a fase do checar. Alguns indicadores proativos levam tempo para se observar resultados consistentes, e às vezes você pode necessitar de maior prazo para atingir o resultado esperado de forma consistente.

CHECAR

  • Periodicamente reavalie sua meta e seu indicador proativo

 De forma a fechar o ciclo PDCA, tão logo se tenha avaliado a meta e o indicador, assim como os resultados alcançados, é necessário agir para responder à lição aprendida no passo acima.

AGIR

  • Aja conforme a diretriz dada pelos resultados do indicador proativo
  • Comunique a informação com os principais stakeholders de sua organização, e;
  • Se necessário, altere seu indicador proativo baseado nos seus “findings”, ou seja, no que você encontrou enquanto conferia os resultados.

Exemplo real que pode ser utilizado em sua organização.

  •  Indicador Proativo para controlar um perigo identificado em sua APR – Análise Preliminar de Riscos.

Os indicadores proativos podem ajudar você a melhorar seu desempenho em Segurança do Trabalho, Saúde e Meio Ambiente nas áreas de trabalho ou nas atividades as quais você tenha identificado perigos críticos.

Considere uma atividade bastante comum na maior parte das indústrias, e que ao mesmo tempo, possui um risco (probabilidade de ocorrência x consequência) bastante alto: Movimentação de cargas.

Você identificou que existem altos índices de lesão em mão e dedos, uma vez que não raro os funcionários não utilizam cabo guia ou vara de manobra para realizar o auxilio nas movimentações de carga.

Passo 1:

  • Selecione um indicador proativo

 Após discutir com sua equipe, e com os trabalhadores, você identificou que uma das causas que leva os funcionários a não utilizarem os acessórios de movimentação de carga, é o desconhecimento acerca destes, de sua existência e de como utiliza-los.

Logo, você entende que a melhor forma de mudar este cenário é capacitar todos os funcionários em movimentação de cargas.

Passo 2:

  • Defina uma meta

 Neste exemplo, o indicador proativo poderia ser: Porcentagem de trabalhadores treinados em movimentação de cargas – 100% dos funcionários que trabalham com movimentação de cargas devem ser treinados dentro de um período de 4 meses.

Passo 3:

  • Colete as informações

 Identifique quantos funcionários nunca receberam alguma capacitação interna em movimentação de cargas, e crie um cronograma de treinamento, que seja capaz de capacitar todos os funcionários dentro do prazo definido no passo 2.

As empresas possuem quantidade diferente de funcionários, logo, o período de 4 meses é somente para ilustrar.

Passo 4:

  • Periodicamente reavalie sua meta e seu indicador proativo

Semanalmente, avalie seu cronograma de forma a garantir que todos os trabalhadores programados para serem treinados naquele período de fato foram.

Avalie se, a medida que o numero de trabalhadores treinados aumenta, a quantidade de eventos relacionados a mãos e dedos (acidentes, quase acidentes, cartões de desvio abertos, etc) diminuem.

indicadores

Analisando cenários

Cenário 1: Trabalhadores estão sendo capacitados, mas os eventos continuam a ocorrer. Realize uma reunião de feedback com os envolvidos, e tente descobrir se o treinamento esta sendo ministrado de forma eficaz. Caso não esteja, mude o instrutor, ou avalie a possibilidade de realizar este treinamento em centro de treinamento externo.

Cenário 2: Trabalhadores foram capacitados, o número de eventos diminuiu, mas continua ocorrendo. Discuta isto com a sua equipe e com os trabalhadores, e tente capturar alguns insights deles. O problema pode ser percepção de risco, ou mesmo mente fora da tarefa: será que alguns funcionários estão com problemas pessoais? A carga de trabalho esta alta, e os leva a cometer erros? Necessário avaliar.

Cenário 3: Trabalhadores foram capacitados e o número de eventos chegou próximo a zero. Você decide se continua medindo este indicador proativo, já que alcançou seu objetivo, ou realiza uma avaliação para resolver outro risco inerente às suas atividades.

Conclusão

Indicares proativos são ferramentas poderosas que você pode utilizar para garantir melhorias nos resultados alcançados em SMS na sua organização. Estes podem ser valiosos caso você acrescente-os em seu Programa de Segurança, Saúde e Meio Ambiente, ou mesmo se forem conduzidos de forma isolada, para garantir a melhoria de um processo.

Não há necessidade de se utilizar vários indicadores proativos, ainda mais caso você nunca tenha utilizado um, ou sua companhia não tenha histórico de utilização destes, desta forma, um ou dois indicadores proativos já podem trazer impactos positivos para o seus resultados em HSE!

Se você gostou deste texto, se inscreva em nosso canal para receber em primeira mão todos os artigos produzidos pelo DescomplicaSMS.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.